terça-feira, 25 de abril de 2017

Paixão de Cristo 2017

Neste dia 14 de abril 2017, o Grupo Teatral Amigos da Paixão da Paróquia São Pedro e São Paulo apresentou o  Espetáculo da Paixão de Cristo. O espetáculo foi encenado na quadra paroquial no qual foram agraciados com um publico bastante numeroso e saíram maravilhado com a beleza e a emoção que o espetáculo proporcionou.



domingo, 16 de abril de 2017

Vigilia Pascal 2017

Foi realizado neste dia 15 de abril de 2017 a celebração do sábado Santo, Vigília Pascal, onde foram realizados 14 batizados pelo nosso pároco Padre Evaldo Carvalho.



sexta-feira, 14 de abril de 2017

Celebração da Ceia do Senhor

Nosso vigário Padre Pedro Ribeiro - CM, celebrou a Santa Missa da Ceia do Senhor nesta quinta-feira dia 13/04/2017 na Comunidade Nossa Senhora Aparecida, logo após adoração do Santíssimo.



quarta-feira, 12 de abril de 2017

Informativo ECC - Abril 2017

Casamento Resiliente



Já observou o que acontece com uma vara de salto em altura no momento em que o atleta a usa para impulsioná-lo? Pois é. Libera energia e após a envergadura volta ao estado normal.
Na engenharia, a resistência do aço é testada até o limite. Na construção de uma grande estrutura, por exemplo, uma super carga é posta sobre a mesma e o esperado é que o aço resista e volte ao estado normal. E isso é tecnicamente chamado de resiliência: a capacidade de um material voltar ao seu estado inicial após sofrer tensão.

Esse conceito apreendido da física se aplica muito bem a necessidade humana de resistir e superar dificuldades. Na década de 70, foram observadas as reações de pessoas submetidas a altos níveis de estresse e, alguns dos participantes da pesquisa, não adoeceram como seria o esperado. Daí entendeu-se que há pessoas capazes de reagir positivamente quando nada é favorável. Diz-se que o Brasileiro não desiste, nunca; se isso é verdade, então, o brasileiro é resili ente. Supera os próprios fracassos e renova as expectativas. Acredita que o recomeço é possível e assim o faz com um sorriso no rosto.
Com isso em mente, quero pensar em resiliência para os relacionamentos.

Na vida a dois, mais do que em qualquer outra situação, é fundamental ser resistente as dificuldades – elas existem, mas não pressupõem o fim dos sonhos.
As frustrações são inevitáveis: o príncipe e a princesa, no dia-a-dia, são homem e mulher com todas as limitações inerentes ao ser humano. Diante dessa constatação, nos resta incluir na lista base dos preparativos de um casamento ou na construção de um relacionamento a percepção da necessidade de tolerar e resistir. As diferenças, as incompatibilidades em vez de ser o fim podem ser a vara para um salto mais alto e um estresse causador da descoberta de que esse relacionamento é de aço e suporta o peso dos conflitos. O que você tem encarado como um perigo do amor acabado pode ser visto como uma razão de superação aos desafios.

Não perca de vista que o termo resiliência foi adaptado ao comportamento humano para definir a nossa capacidade pessoal de superar dificuldades, vencer adversidades e se recompor de uma situação difícil ainda mais forte. E essa definição se associa ao casamento de uma forma muito direta: é possível e imperativo para a restauração das emoções e resgate do amor a reação positiva diante do estresse da convivência.
Talvez, você precise suportar um pouco mais, tolerar um pouco mais as debilidades do outro.
Menos exigências, mais paciência e mais perdão.

Os conflito fazem parte da relações humanas, mas os casais devem alcançar maturidade suficiente para dar menos crédito ao que é menos importante e muito mais crédito a aquilo que mais importa.
Não estou falando de anular-se ou de negar a crise, não. Estou falando de ser flexível, tolerante e tolerável até o limite da dignidade. Estou dizendo da atitude inteligente de recomeçar e casar quantas vezes forem necessárias com a mesma pessoa e com todos os desafios que ela ofereça. Essa vida conjugada pode dar certo, pode voltar ao estado normal mesmo tendo sido tão envergada e quase tocar o chão da separação.

O estadista britânico Winston Churchill em um dos seus discursos mais marcantes disse com autoridade sobre a decisão necessária para vencer:
“ Nunca desistir, nunca, nunca, nunca, nunca, em nada, grande ou pequeno, importante ou trivial, nunca desistir, exceto a convicções de honra e bom senso.”
É importante saber que todas as relações enfrentam crises, inseguranças, desgostos, … mas isto não significa necessariamente a morte do amor. Ainda pode haver uma perene busca de renascimento e reconstrução da vida. A idéia é não desistir, nunca. Não ser enganado pelo aparente impossível. Há casais enganados quando dizem que não se amam mais. Há homens e mulheres enganados pelos sentimentos. Mas sentimentos são vulneráveis e só o amor suporta a prova. Amor é principio.
Salomão, rei de Israel, viveu um grande amor com a princesa Sulamita. Na história dos dois destacam-se muitos eventos e entre eles, exatamente, a qualidade da superação frente às crises.
Certa vez, Salomão volta para casa e quer muito encontrar a mulher amada. Ela por sua vez, se recusa a recebê-lo. Ele insiste, mas não sendo atendido, vai embora. Ela se dá conta do que fez e o procura declarando a quem queira saber que de tanta saudade e culpa, ficou doente de amor. (Cantares 5 e 6)

Porém, essa crise não foi suficiente para causar ressentimentos, mas para fortalecer. Isso fica bem claro quando ela reconhece: “Eu sou do meu amado e o meu amado é meu”. Ele com amor resili ente declara que “entre todas as rainhas ela é a mais querida”.
Os dois olham com admiração um para o outro. Há romance, respeito, intimidade. Não há acusações. Não há mágoas. Não há separação.
“Eu sou do meu amado, e ele me tem afeição” – Esse é o amor resiliente; o amor que supera crises. O amor que não desiste de ser eterno. O amor que jamais acaba.
“As muitas águas não podem apagar o amor, nem os rios afogá-lo…”
Está difícil, errado e infeliz? Há uma nuvem que cobre qualquer possibilidade de enxergar saída? Não desista agora. Antes, tenha certeza que já fez tudo para não sucumbir às águas. Nem mesmo as águas amargas ou as ondas provocadas pelas terríveis tempestades, podem matar o amor quando você decide ser resiliente como o aço. O verdadeiro amor é forte.
“Tudo crê, tudo espera e tudo suporta.”


Fonte: Internet



Dica de Filme


Capa do livro homônimo, escrito pelo autor premiado Chris Fabry, que assina mais de 70 livros de ficção e não-ficção
Tony (T.C. Stallings) e Elisabeth Jordan (Priscilla Evans Shirer) têm tudo o que um casal pode desejar para se considerar feliz. Estão bem empregados, têm uma filha linda e vivem em uma casa dos sonhos. Tudo parece estar dando certo para a família que construíram. Mas as aparências enganam. Enquanto Tony se orgulha de seu êxito profissional e flerta com a tentação, Elisabeth se isola e afunda cada vez mais na amargura.
O paraíso está se desfazendo pouco a pouco, e ela já percebeu. No entanto, a vida de ambos toma um rumo inesperado quando Elisabeth conhece Clara, uma nova cliente que mantém em casa um recinto especialmente destinado a orar e interceder, que ela chama “quarto de guerra”. Clara desafia Elisabeth a fazer o mesmo e a traçar um plano de oração por sua família. E é a partir desse momento que uma batalha tem início. Enquanto Elisabeth luta por sua família, os conflitos do marido vêm à tona. Com personagens com quem milhões de pessoas se identificam, Quarto de guerra mostra como a oração é uma arma poderosa. O filme no qual o livro se baseia foi um sucesso nos Estados Unidos, onde chegou ao segundo lugar de bilheteria na semana de lançamento.



Avisos


Grupo de Oração


Dia
10/04/2017
19:00 horas
Igreja Matriz

Missa das Famílias


Dia
28/04/2017
19:00 horas
Igreja Matriz

Encontrão



Dia
29/04/2017
19:00 horas
Igreja Matriz


Caminhada com Maria pela Paz

Dia 01/05/2017
16:00 horas
Saída: Nossa Senhora Imaculada Conceição

Reunião de Coordenadores


Dia
06/05/2017
19:00 horas
Igreja Matriz







segunda-feira, 10 de abril de 2017

Celebração do Domingo de Ramos

A Celebração do domingo de Ramos, teve inicio com uma procissão partindo da comunidade Nossa Senhora dos Navegantes com destino a Igreja Matriz de São Pedro e São Paulo.



quinta-feira, 30 de março de 2017

Vinde a mim

A Comunidade Católica Misericórdia Divina, realizou nos dias  25 e 26   março de 2017 no colégio CIES o evento Vinde a Mim.

Evento católico aos jovens onde contou com apresentações e muito louvor pregações e a celebração da Santa Missa.



terça-feira, 21 de março de 2017

Festa de São José 2017- Encerramento

Os festejos de São José de 2017 chega ao fim com uma belíssima procissão pela vias da comunidade e logo após foi celebrada a Santa missa da Solenidade de São José pelo nosso pároco padre Evaldo Carvalho, na parte social Grupo Colisão e Banda Ato de Salvação.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

XXVII Encontro de Casais com Cristo

A união das equipes da Sala e de Ordem e Limpeza do XXVII ECC deu a origem da Equipe Roxa, veja quem são os participante da equipe destaque 2011.
Tarefa realizada pela equipe Roxa de Amor por Cristo, na Gicana do ECC 2011 da Paróquia de São Pedro e São Paulo. No tempo da brilhantina, bons tempos não voltam mais.